Uma das queixas mais comuns das pessoas são as dores de cabeça, já que a maioria de nós as experimenta em algum momento da vida. Elas podem afetar qualquer pessoa, independentemente de idade, raça ou gênero.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase metade dos adultos em todo o mundo sofrerá por dor de cabeça em alguma circunstância.

Uma dor de cabeça pode ser um sinal de estresse ou sofrimento emocional, ou resultado de uma doença médica, como enxaqueca, hipertensão arterial, ansiedade ou depressão. Além disso, ela pode acarretar outros problemas: as pessoas com dores de cabeça de enxaqueca crônica, por exemplo, podem achar difícil comparecer ao trabalho ou à escola regularmente.

CAUSAS DA DOR DE CABEÇA

dor de cabeça

A dor pode ocorrer em qualquer parte da cabeça, em ambos os lados ou em apenas um local. Pode irradiar através da cabeça partindo de um ponto central, ou ter uma intensidade semelhante em toda a região afetada. Pode ser afiada, latejante ou aborrecida, pode aparecer de forma gradual ou repentina. Pode durar menos de uma hora ou até vários dias.

Existem diferentes maneiras de definir as dores de cabeça. A International Headache Society (IHS) as classifica como primárias – quando elas não são causadas por outra condição –, ou secundárias – quando há outra causa subjacente.

DOR DE CABEÇA PRIMÁRIA

As dores de cabeça primárias são doenças autônomas causadas diretamente pela hiperatividade ou por problemas com estruturas na cabeça que são sensíveis à dor,  o que inclui os vasos sanguíneos, músculos e nervos da cabeça e pescoço. Elas também podem resultar de mudanças na atividade química do cérebro.

As principais dores de cabeça primárias incluem enxaquecas, dores de cabeça em racimo e dores de cabeça de tensão.

DOR DE CABEÇA SECUNDÁRIA

Dores de cabeça secundárias são sintomas que ocorrem quando outra condição estimula os nervos sensíveis à dor na cabeça. Em outras palavras, os sintomas podem ser atribuídos a outra causa.

Uma grande variedade de fatores pode causar as dores de cabeça secundárias, incluindo:

LEIA MAIS:  O que é procrastinação? Conheça 5 táticas para vencê-la

• Ressaca provocada pelo álcool
• Tumor cerebral
• Coágulos de sangue
• Sangramento dentro ou ao redor do cérebro
• “Congelamento do cérebro”, ou dores de cabeça causadas por sorvete
• Envenenamento por monóxido de carbono
• Concussão
• Desidratação
• Glaucoma
• Bruxismo
• Gripe
• Uso excessivo de medicação contra dor, conhecida como dor de cabeça de rebote
• Ataques de pânico
• Acidente vascular encefálico

Como dores de cabeça podem ser um sintoma de uma condição grave, é importante procurar conselho médico caso elas se agravem ou fiquem mais regulares ou persistentes.

Por exemplo, se uma dor de cabeça for mais dolorosa e perturbadora do que as anteriores, piorar ou não melhorar com a medicação, ou vier acompanhada por outros sintomas como confusão, febre, alterações sensoriais ou rigidez no pescoço, um médico deverá ser contatado imediatamente.

TIPOS DE DOR DE CABEÇA

Os sintomas de uma dor de cabeça podem depender do seu tipo.

Dores de cabeça de tensão

As dores de cabeça de tensão são a forma mais comum de dor de cabeça primária. Elas normalmente começam lenta e gradualmente no meio do dia. A pessoa pode sentir:

  • Como se tivesse uma tiara apertada ao redor da cabeça
    • Uma dor constante e maçante em ambos os lados
    • Dor espalhada para o pescoço ou vindo dele

As dores de cabeça de tensão podem ser episódicas ou crônicas. Os ataques episódicos geralmente têm poucas horas de duração, mas podem chegar a durar vários dias. As crônicas ocorrem por 15 ou mais dias por mês por um período de, pelo menos, três meses.

ENXAQUECA

Uma dor de cabeça de enxaqueca pode causar uma dor pulsante e latejante, geralmente apenas em um lado da cabeça. O dano pode ser acompanhado por:

  • Visão embaçada
    • Tonteira
    • Náuseas
    • Distúrbios sensoriais conhecidos como “auras”

A enxaqueca é a segunda forma mais comum de dor de cabeça primária e pode ter um impacto significativo na vida de um indivíduo. Ela pode durar de algumas horas até dois ou três dias e, de acordo com a OMS, é a sexta maior causa de dias perdidos por incapacidade em todo o mundo.

DORES DE CABEÇA DE REBOTE

As sensações de refluxo ou de recorrência das dores de cabeça resultam de um uso excessivo de medicamentos para tratar os seus sintomas. Essa é a causa mais comum de dores de cabeça secundárias.

LEIA MAIS:  Síndrome do Pânico → O que é? Sintomas? Tem Cura? Saiba Mais!

Elas geralmente começam no período da manhã e persistem ao longo do dia, podendo até melhorar com a medicação contra a dor, mas voltando a piorar quando cessam seus efeitos.

Junto com a dor de cabeça em si, as dores de cabeça de rebote ou de repercussão podem causar:

• Dores no pescoço
• Inquietação
• Congestionamento nasal
• Qualidade reduzida do sono

As dores de cabeça de rebote podem causar uma série de sintomas, e a dor pode ser diferente a cada dia.

dor de cabeça

DORES DE CABEÇA COLETIVAS

Duram, geralmente, entre 15 minutos e 3 horas, ocorrendo repentinamente de uma a oito vezes por dia, durante um período de semanas ou meses.

No período entre os agrupamentos, pode não haver sintomas de dor de cabeça, e eles podem durar meses ou até anos. As dores causadas por dores de cabeça coletivas são:

  • Unilaterais
  • Graves
  • Muitas vezes descritas como afiadas
  • Tipicamente localizadas ao redor de um olho

A área afetada pode tornar-se vermelha e inchada, a pálpebra pode cair, e a passagem nasal no lado afetado pode ficar cheia e escorrendo.

DORES DE CABEÇA RELÂMPAGO

Súbitas e severas, muitas vezes descritas como a “pior dor de cabeça da minha vida”. Elas atingem a intensidade máxima em menos de um minuto e duram mais de cinco minutos.

A dor de cabeça relâmpago é, muitas vezes, secundária a condições que ameaçam a vida, como hemorragia intracerebral, trombose venosa cerebral, aneurismas quebrados ou não destruídos, síndrome de vasoconstrição cerebral reversível (RVS), meningite e apoplexia pituitária.

Portanto, as pessoas que experimentam essas dores de cabeça súbitas e severas devem buscar avaliação médica imediatamente.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE DOR DE CABEÇA

Geralmente, um médico poderá diagnosticar um tipo particular de dor de cabeça a partir de uma descrição da condição, do tipo de dor, do tempo e do padrão de ataques. Se a natureza da dor de cabeça parece ser complexa, alguns testes podem ser realizados para eliminar causas mais graves.

Os testes podem incluir:

  • Exames de sangue
    • Raios-X
    • Exames cerebrais, como CT e MRI

As formas mais comuns de tratar dores de cabeça são medicações de descanso e alívio da dor. A medicação genérica para alívio da dor está disponível sem receita médica (OTC), mas os médicos podem prescrever medicamentos preventivos, como antidepressivos tricíclicos, agonistas de receptores de serotonina, medicamentos antiepilépticos e betabloqueadores.

LEIA MAIS:  Os Artigos Mais Lidos De 2016 Sobre Hipnose, Coaching e PNL

É importante seguir o conselho do médico, porque a suspensão da medicação para alívio da dor pode levar a dores de cabeça de recuperação, mas o tratamento das dores de cabeça de repercussão envolve a redução ou paragem da medicação para alívio da dor. Em casos extremos, uma curta permanência hospitalar pode ser necessária para gerenciar a retirada com segurança e efetividade.

ALÍVIO DA DOR DE CABEÇA E AUTOCUIDADO

Podem ser tomadas várias medidas para reduzir o risco de dores de cabeça ou aliviá-las em uma ocorrência, como por exemplo:

  • Aplique uma embalagem de calor ou um pacote de gelo à sua cabeça ou ao seu pescoço, mas evite temperaturas extremas;
    • Evite estressores sempre que possível e desenvolva estratégias de enfrentamento saudáveis para o estresse inevitável;
    • Coma refeições regulares, tomando cuidado para manter o açúcar no sangue estável.

Um banho quente pode ajudar, mesmo que, em raras condições, a exposição à água quente possa desencadear novas dores de cabeça. Exercitar-se regularmente e descansar o suficiente, mantendo o sono regular, são ações que contribuem para a saúde geral e redução do estresse.

TRATAMENTOS ALTERNATIVOS DE DOR DE CABEÇA

Várias formas alternativas de tratamento para dores de cabeça também estão disponíveis, mas é importante consultar um médico antes de fazer alterações importantes ou começar qualquer forma alternativa de tratamento.

Abordagens alternativas incluem:

  • Acupuntura
    • Terapia comportamental cognitiva
    • Produtos de saúde à base de plantas
    • Hipnose
    • Meditação

As pesquisas não fornecem evidências para confirmar se todos esses métodos funcionam. Às vezes, uma dor de cabeça pode resultar de uma deficiência de um nutriente ou alguns nutrientes específicos, especialmente magnésio e certas vitaminas do grupo B.

As deficiências nutricionais podem ser resultantes de uma dieta de má qualidade, problemas subjacentes de má absorção ou outras condições médicas.

A OMS aponta que as dores de cabeça muitas vezes não são levadas a sério porque são esporádicas e a maioria delas não leva à morte, mas muitos especialistas pedem que sejam alocados mais recursos para o tratamento de distúrbios de dor de cabeça, por causa do enorme fardo de saúde que representam.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário:

Dor De Cabeça: Quais as principais Causas, Tratamentos E Tipos
4.8 (95%) 4 votes