Uma boa noite de sono é essencial para revigorar as energias gastas durante o dia. Muitas pessoas não conseguem dormir tranquilamente devido a alguns distúrbios do sono que comprometem gravemente a qualidade do repouso e, consequentemente, o rendimento diário da pessoa. Uma patologia que vem se mostrando bastante comum é a paralisia do sono.

Durante muitos anos, a paralisia do sono foi descrita de múltiplas formas, sendo inclusive atribuída à presença mística de seres maléficos. Acreditava-se que alienígenas, demônios e espíritos aterrorizavam os seres humanos durante a noite. Entretanto, hoje sabemos que não é isso o que acontece.

Desmistificando essa situação, vamos falar um pouco mais sobre a paralisia do sono, suas causas, sintomas e repercussões. Quer saber mais sobre o assunto? Acompanhe.

O que é paralisia do sono

paralisia do sono

O transtorno de paralisia do sono acontece no momento em que uma pessoa está quase adormecendo ou, em outros casos, está se despertando. Embora esteja consciente, a pessoa fica impossibilitada de se movimentar e falar. Isto é, quando a pessoa passa por uma crise, ela percebe as coisas ocorrendo em seu redor, mas não possui controle sobre os músculos de seu corpo.

Isso acontece porque, embora você se sinta acordado, ocorre uma dessincronia entre o cérebro e os músculos, de forma que o corpo age como se ainda estivesse dormindo. Algumas pessoas em crise podem ver imagens como monstros e fantasmas, porém isso ocorre porque sua mente, ainda não totalmente desperta, está mesclando realidade e sonho.

Em muitos casos, a pessoa não consegue mexer um dedo sequer, tampouco virar sua cabeça para os lados; em outros, é comum também uma sensação de pressão sobre o peito ou falta de ar. Essa experiência pode durar até cinco minutos e pode ser assustadora para algumas pessoas

LEIA MAIS:  Como trazer a pessoa amada de volta: tire suas dúvidas com a hipnose

Em que momentos a paralisia do sono ocorre

paralisia do sono

Ao longo dos anos, pesquisadores chegaram à conclusão de que a paralisia do sono acontece porque, quando dormimos, o cérebro ativa um mecanismo de defesa que impede que nos movamos. Na paralisia do sono, esse mecanismo permanece ativo durante um curto momento antes e/ou depois do corpo entrar ou sair do estado de sono.

Sendo assim, a paralisia pode ocorrer em dois momentos: no início do sono ou ao acordar. Quando deitamos para dormir, nossa mente vai relaxando aos poucos e vamos perdendo consciência do ambiente ao nosso redor. A paralisia nesse caso ocorre um pouco antes do corpo entrar completamente no sono.

Ao fim de uma noite, quando começamos a acordar, estamos saindo da chamada fase de sono REM. Durante essa fase nossos músculos estão imóveis e nosso corpo, totalmente relaxado. Ao recobrar a consciência antes do corpo sair dessa fase, é possível experienciar a paralisia do sono.

Causas da paralisia do sono

paralisia do sono

É provável que 4 a cada 10 pessoas experimentem a paralisia do sono. Na maioria das vezes, a primeira crise ocorre durante a adolescência. Entretanto, o distúrbio pode ocorrer em qualquer idade.

Existem vários fatores ligados à paralisia do sono. Dentre eles, são mais comuns: sono irregular ou precário, estresse excessivo, abuso de medicamentos, insônia recorrente, cãimbras noturnas e, em alguns casos – não sendo regra -, transtornos como a narcolepsia e o transtorno bipolar.

paralisia do sono

Tratamento da paralisia do sono

As primeiras medidas para tratamento da paralisia do sono são comportamentais. É necessário dormir uma quantidade de tempo adequada, ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos.

O tratamento medicamentoso não é indicado em todos os casos, geralmente apenas para pessoas que estão sofrendo com depressão e ansiedade advindas desse distúrbio. Algumas substâncias como a clomipramina são utilizadas, porém só devem ser administradas quando prescritas pelo médico ou médica.

LEIA MAIS:  Motivação: O Guia Científico Sobre Como Obter e Permanecer Motivado

Outro método que pode ser utilizado é a hipnose, que vem sendo aplicada como tratamento eficaz com altos índices de melhoria tanto nesse distúrbio quanto na qualidade de vida no geral.

A paralisia do sono, por mais que pareça um transtorno assustador, tem um tratamento simples, que muitas vezes deve envolver também mudanças nos hábitos de vida.

E aí, gostou do nosso texto? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter e ter acesso a mais conteúdo relevante!

Paralisia do sono: conheça os sinais e tratamentos
5 (100%) 15 votes