Medo de altura: como superar esse desafio?

|

Sentir-se apreensivo ou nervoso ao estar em um avião ou ao olhar para baixo em um local muito alto e sem proteção é normal, mas quando o medo de altura extrapola os limites da racionalidade e passa a comprometer a saúde emocional e até mesmo a qualidade de vida, se tornando fobia, é preciso encontrar uma forma de superar esse desafio!Também conhecida por psicólogos e terapeutas como acrofobia, o medo de altura pode prejudicar seu estilo de vida. Mas, afinal, do que se trata esse transtorno? Quais seus sintomas e consequências? É possível superá-lo?

No artigo de hoje vamos entender um pouco mais sobre o medo de altura e como os tratamentos terapêuticos podem ajudá-lo a vencer este quadro. Acompanhe!

O que é acrofobia?

Uma das fobias mais comuns na sociedade contemporânea, a acrofobia é o medo exagerado e irracional de locais altos.

A diferença entre quem tem acrofobia e quem somente tem receio de estar nas alturas é que as pessoas que sofrem com a fobia reagem com ataques de pânico, mesmo estando em locais altos, porém seguros, como elevadores periféricos, varandas e até mesmo salas em andares altos ladeadas por vidros ou grades.

A acrofobia está no roll dos transtornos de ansiedade e, se não controlada, pode colocar em risco a vida de quem sofre. Isso porque a pessoa, quando exposta a grandes alturas, pode ficar incapacitada de manter-se segura, devido ao seu estado de agitação.

Não é incomum que acrofóbicos, quando submetidos a situações que envolvem locais muito altos, sintam vertigens muito fortes, além da vontade ou o impulso de saltarem de onde estão, mesmo que não tenham tendências suicidas.

Por isso é indispensável o acompanhamento para tratamento do transtorno e exposição segura do indivíduo diante de momentos de risco.

Quais os sintomas do medo de altura?

O principal sintoma do medo de altura exagerado e irracional é a vivência de ataques de pânico, mesmo em locais que não apresentam risco aparente à segurança ou à vida, como por exemplo ao subir uma escada, ao se encontrar em uma varanda com proteção ou qualquer outra atividade que esteja acima do chão – dependendo da gravidade do transtorno do indivíduo.

Além dos ataques de pânico, a pessoa que sofre com o transtorno ainda pode apresentar:

  • falta de ar;
  • batimentos cardíacos acelerados;
  • suor;
  • náuseas.

Em geral, a pessoa que tem acrofobia, durante o ataque de pânico, procura instintivamente algo para se segurar, pois não confia no seu senso de equilíbrio.

Quais as consequências no cotidiano?

Embora não seja um transtorno raro, a acrofobia causa muitos danos, seja no aspecto social, emocional e profissional de quem vivencia o problema.

Os impactos negativos vão desde a limitação da realização de tarefas simples do dia a dia que envolvem pequenas e médias alturas como dirigir em uma ponte, subir de elevador, trocar uma lâmpada.

Além disso, pode prejudicar sua carreira profissional, uma vez que haverá restrições quanto aos destinos das férias e profissionais – muitas oportunidades de carreira são perdidas por não andar de avião, por ser limitado quanto às viagens de negócios, não querer trabalhar ou fazer reuniões em escritórios altos e etc.

Como vencer o medo de altura?

O que muita gente não sabe é que esse transtorno tem, sim, tratamento. E a hipnoterapia é uma das técnicas mais indicadas para superação da fobia e do medo.

Isso porque a fobia pode ter diferentes causas e a hipnose buscará tratar suas raízes e não somente seus sintomas, como outros tipos de tratamentos psicológicos, conduzindo o paciente a superação consciente do medo.

Durante as sessões, a hipnose leva o paciente a trabalhar mentalmente o enfrentamento das situações e ambientes que o levam ao descontrole, por meio de imagens mentais.

Assim, o paciente pode encarar as situações como um treinamento, até que sua mente esteja preparada para um confronto real e aproximações gradativas com as situações de estresse para que o medo de altura seja completamente vencido.

Quer saber mais sobre a hipnoterapia e como ela pode ajudar a vencer outros transtornos de ansiedade como o medo de altura? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se a mais de 60.000 pessoas

Yeah! Seja super [email protected]! Dá uma conferida no seu email ;)

Pin It on Pinterest

Share This
X