Dois dos problemas de saúde mental mais comuns atualmente são a ansiedade e a depressão.

Essas doenças, muitas vezes, costumam ter seus sintomas confundidos e, apesar de serem distúrbios mentais semelhantes, principalmente pode serem apresentados como uma série de desafios funcionais e emocionais, têm diferenças entre si.

Entenda como a ansiedade e depressão se relacionam no post a seguir.

Saiba mais sobre o que é ansiedade e depressão

Primeiro, vamos entender o que é a ansiedade. Ela é um sentimento que causa a sensação de desconforto, euforia e, muitas vezes, uma apreensão desagradável. Esses sentimentos podem surgir em momentos de tensão, como na véspera de uma prova ou antes de subir ao palco para uma apresentação em público.

De modo geral, a sensação pode surgir frente a um perigo real ou imaginário. Ou seja, o indivíduo fica preparado para uma situação completamente danosa.

A ansiedade se torna patológica quando começa a atrapalhar o indivíduo e compromete seu bem-estar, desempenho e, principalmente, atuando como uma barreira que o impede de enfrentar situações de ameaça. Nesse caso, os sintomas são mais intensos e surgem como um medo exagerado.

Já a depressão, por sua vez, é um transtorno que afeta mais de 350 milhões de pessoas e é bem comum entre homens e mulheres de diversas faixas etárias. Ela é uma condição que afeta de forma adversa diversos aspectos da vida familiar, escolar e até mesmo no trabalho. Além disso, também influencia os hábitos alimentares, padrões de sono e a saúde em geral.

Ela é caracterizada pela falta de energia e humor, também afeta a autoestima, falta de interesse e o prazer em atividades normalmente prazerosas.

Entenda como a ansiedade e depressão se relacionam

É possível observar que há muitos sintomas parecidos de ansiedade e depressão, como o medo, insegurança, irritabilidade, entre outros.

LEIA MAIS:  Como a hipnose ajuda a tratar a síndrome de borderline?

A ansiedade e depressão são transtornos psicológicos bastante comuns e que prejudicam o desempenho das pessoas em qualquer nível. Como existe a dificuldade em reconhecer e, até mesmo, aceitar os sintomas, essas doenças podem não ser reconhecidas e passam despercebidas.

Uma das indicações de que a depressão se relaciona com os demais distúrbios mentais, inclusive com a ansiedade, é a relação dos neurotransmissores que são atuantes no distúrbio, como a serotonina, que é responsável pela regulação do humor.

Veja os principais sintomas da ansiedade e depressão

Hiperatividade, taquicardia, perda do controle de raciocínio, tremores, transpiração excessiva, náuseas, inquietude e pensamentos negativos são os principais sintomas da ansiedade. A depressão, por sua vez, apresenta sintomas relacionados à tristeza, como melancolia, solidão, aumento ou perda de peso e vontade de chorar a qualquer momento.

De modo geral, a depressão é acompanhada de muita ansiedade e, por isso, essas doenças podem estar relacionadas.

Confira alguns tipos de tratamentos para ansiedade e depressão

Muitas vezes, a ansiedade e depressão estão juntas, por isso, para lidar com essas condições, é necessário buscar por ajuda médica. Somente com um diagnóstico preciso será possível indicar o tratamento mais adequado. Contudo, existem algumas mudanças de hábitos que aliviam os sintomas dessas doenças. Veja:

  • praticar esportes;
  • reduzir o consumo de álcool;
  • optar por bebidas descafeinadas;
  • eliminar a nicotina;
  • meditar;
  • praticar um hobby, entre outros.

Ansiedade e depressão são doenças que quanto antes forem identificadas, mais eficazes serão os tratamentos, por isso, buscar por ajuda é o primeiro passo.

Se você gostou do post de hoje, compartilhe-o nas redes sociais com seus amigos e ajude outras pessoas que estejam passando por este problema!