Síndrome de Borderline: Os Perigos de Viver no Limite6 min read

JUNTE-SE A MAIS DE 56.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Síndrome de Borderline: Os Perigos de Viver no Limite6 min read
5 (100%) 2 votos

Apesar de pouco conhecida, a síndrome de borderline pode afetar drasticamente a vida de quem sofre com ela. Você sabe o que ela é? E como identifica-lo sem confundir com outras condições psicológicas? Esse texto te conta tudo que você precisa saber!

ATENÇÃO: Se você pensa que tem borderline, pode ir parando por aqui! As “alterações” psicológicas são assuntos sérios! Não se autodiagnostique, qualquer decisão sobre o tema tem que ser feita por um médico competente.

  • Facebook
  • LinkedIn
  • Gmail
  • Evernote

Inscreva-se para a Newsletter!

JUNTE-SE A MAIS DE 56.000 PESSOAS. Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

envelope

Normalmente identificado quando alguém tem um certo descontrole ou alteração brusca de emoções, o borderline é um transtorno de personalidade pouco conhecido. Por causar mudanças visíveis de humor, é normalmente confundido com a bipolaridade. Mas a bipolaridade é outro transtorno de personalidade diferente. Então para que possamos começar, você sabe o que é um transtorno de personalidade?

Transtornos de Personalidade

Os transtornos de personalidade são padrões de sentimentos e ações inflexíveis e estáveis. Essas reações, por diferirem muito da cultura local ou do esperado como reação comum para determinada situação, podem levar pessoas que apresentam esses transtornos a muito sofrimento.

De acordo com o DSM, Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, existem 10 transtornos de personalidade diferentes. Eles são separados por grupos e entre eles está o Transtorno de Personalidade Borderline ou Transtorno de Personalidade Limítrofe.

Isso é importante de ser dito, porque o fato de ser um transtorno de personalidade nos diz que essa condição vai afetar de forma drástica quem a pessoa é. Porque a nossa personalidade determina quem somos para os outros. Ela é o caminho que usamos tanto para vermos as situações quanto para nos expressarmos sobre elas.

O que é a Síndrome de Borderline?

Síndrome de Borderline: Os Perigos de Viver no Limite 1
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Gmail
  • Evernote

Sua principal característica é uma grande instabilidade nas relações, emoções e auto imagem. Pessoas com esse diagnóstico podem ter reações extremas diante da possibilidade de serem abandonadas. É tudo muito intenso! E, por isso, a forma impulsiva de lidar com diferentes contextos.

O termo borderline, quando traduzido, remete a “limite” ou “fronteira”. Isso é muito condizente com a personalidade das pessoas que sofrem desse transtorno. Porque enquanto a maioria das pessoas consegue sentir emoções contrárias simultaneamente, a personalidade borderline só consegue sentir um lado por vez.

Quase 80 anos se passaram desde o primeiro registro dessa palavra na literatura psiquiátrica. Mas mesmo assim, de acordo com a Universidade de Brown, mais de 40% dos borderlines foram diagnosticados erroneamente. Você sabe porque isso acontece?

Qual é “a cara” do borderliner?

Nenhum “transtorno” pode ser percebido sem acompanhamento. Mais uma vez é importante ressaltar a presença essencial de um profissional de saúde para o diagnóstico. Não se pode determinar se alguém passa ou não por um “problema” psicológico assim “de cara”. O que podemos fazer é ficarmos atentos tanto ao nosso bem-estar e comportamento, quanto aos dos outros.

De acordo com pesquisas, esse transtorno pouco conhecido acomete 2% da população mundial, dentre os quais 75% são mulheres. Parentes de alguém com diagnostico de Borderline, têm cerca de 5 vezes mais chances de também desenvolver o “transtorno”. Além do fator biológico, existe talvez o mais importante na área da psicologia, o fator social. Uma infância que envolveu alguma forma constante de abuso, negligência e experiências estressantes também se relaciona com o desenvolvimento de qualquer tipo de dificuldade na vida adulta.

O problema maior em diagnosticar qualquer tipo de “transtorno” psicológico é o tempo de evolução. O profissional precisa identificar de quanto em quanto tempo as crises ocorrem, bem como por quais motivos e como o paciente reage. Por todos nós termos um grande volume de informação agregada, decorrente de todos os momentos em que já vivemos, é praticamente impossível que o diagnóstico correto seja dado sem acompanhamento. E, ainda por causa dessa nossa vivência, os traumas relativos à experiências ruins podem gerar outros tipos de “patologias”, o que dificulta ainda mais determinar o que exatamente causa um desequilíbrio emocional em alguém.

Principais Sintomas

Por ser a personalidade dos limites, todas as características que envolvem alguém de “personalidade forte” podem estar listadas abaixo. Explosões de ira ou de amor. Disfunção de sentimentos… Qualquer forma de demonstração exacerbada de instabilidade emocional. Então, vamos lá?

Dificuldade nos Relacionamentos

Síndrome de Borderline
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Gmail
  • Evernote

A manutenção constante de emoções simultâneas que um relacionamento saudável necessita ter, é muito dificultosa para um borderliner. Principalmente porque não há uma coerência entre os sentimentos predominantes a respeito de uma certa pessoa.

Instabilidade de Humor

A instabilidade de humor é um sintoma muito frequente em várias “patologias” da área da psicologia. No que tange o transtorno borderline, essa instabilidade está mais relacionada à uma reatividade e ansiedade. Se alguma situação mínima de estresse, que normalmente não geraria ira em uma pessoa “normal”, acontece na rotina de um reativo, ela pode acabar por se transformar em uma crise.

A instabilidade no Borderliner x A instabilidade no Bipolar

Uma das principais características de diferenciação da instabilidade bipolar são os ciclos e a gravidade das ações cometidas. A instabilidade emocional do bipolar tem períodos de depressão e mania, esses períodos acontecem periodicamente e perduram por mais tempo. Já a instabilidade do borderliner é menos previsível e, variando diversas vezes no dia, além de, como já comentado, ser motivada por situações externas.

Raiva Intensa ou Inapropriada

Transtorno de Borderline
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Gmail
  • Evernote

O border se irrita com muita facilidade e não consegue controlar as suas crises, que são muito, muito desproporcionais ao estímulo. Por isso é comum que magoem as pessoas com quem se envolvem intimamente, depois sentem uma enorme culpa, que reforça o isolamento e a construção de uma autoimagem negativa.

Desvalorização da Autoimagem

É difícil para o borderliner identificar as situações exageradas em que se coloca. Isso torna frágil qualquer tipo de construção social que ele possa vir a ter. O que acaba gerando um enorme desconforto em relação a identidade. É normal que pessoas borderlines sejam julgadas como egoístas, imaturas e violentas. Fazendo com que eles comecem a se questionar da própria integridade ou que joguem ainda mais a culpa em cima de outros fatores.

Comportamentos Suicidas

hipnose e borderline
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Gmail
  • Evernote

Por serem muito intensos, uma maneira rápida de escapar desse turbilhão de sentimentos é se machucar. Existem várias formas de fazer isso sem que necessariamente haja o fim da vida, os borderlines podem acabar tendo comportamentos compulsivos com álcool, drogas, jogos ou alimentos. Que são formas de fugir de si. As ameaças de suicídio também podem se tornar frequentes, com o objetivo claro de “parar de sentir”. Não é comum que borderlines escrevam bilhetes de despedida ou premeditem situações, já que agem por impulso.

O Tratamento do Transtorno Borderline com Hipnose

A terapia com hipnose tem alcançado resultados positivos em tratamentos emocionais, incluindo o transtorno de personalidade borderline. Isso acontece por se tratar de um método mais eficiente e rápido, quando comparado às terapias convencionais.

Afinal, a hipnoterapia atua no inconsciente e ajuda a restabelecer o equilíbrio e a controlar as emoções do paciente, proporcionado maneiras de enfrentar as dificuldades e conflitos. Com isso, a técnica possibilita o usufruto de mudanças positivas no comportamento do paciente através da promoção do autoconhecimento.

Vale ressaltar que a hipnose no tratamento de bordeline, assim como em qualquer transtorno, traz  bons resultados se realizada por profissionais com qualificação para essa técnica, o que permitirá que o paciente possa obter um tratamento adequado e de sucesso.

JUNTE-SE A MAIS DE 56.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Hey,
o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

PRÓXIMOS EVENTOS

abril

DestaqueAprenda Hipnose do 0 com Alberto Dell'IsolaCURSO ONLINEAno em torno do evento (2019)

junho

21jun(jun 21)2:35 pm23(jun 23)2:35 pmHipnose Não Verbal com Giancarlo Russoem São Paulo2:35 pm - 2:35 pm (23) São Paulo

Últimos Artigos

JUNTE-SE A MAIS DE 56.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Pin It on Pinterest

JUNTE-SE A MAIS DE 56.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

chevron-down
X