JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Entenda a Diferença Entre Hipnoterapeuta, Psiquiatra e Psicólogo

9l_326fiszk-luca-bravo.jpg
Entenda a Diferença Entre Hipnoterapeuta, Psiquiatra e Psicólogo
4.8 (96%) 5 votos

Hipnoterapeuta, Psiquiatra ou Psicologo? Você sabe a diferença entre os 3?

Leia o Artigo agora e descubra!

Por serem áreas de atuação que tratam do ser humano, é muito comum que as pessoas confundam os papeis entre o hipnoterapeuta, psiquiatra e psicólogo. Em alguns casos, são profissionais complementares, ou seja: atuam juntos em um mesmo caso, sendo que o paciente faz psicoterapia com o psicólogo, hipnose com o hipnoterapeuta e o tratamento medicamentoso com o psiquiatra.

De forma resumida, podemos entender o psiquiatra como o “médico do corpo e do cérebro”, enquanto o psicólogo é o “médico da alma e da psique” e o hipnoterapeuta um “facilitador” de ambos processos por conseguir acessar diretamente o inconsciente do sujeito ( onde ficam nossas programações ) e poder reprogramá-lo.

Principais diferenças entre psiquiatra, psicólogo e hipnoterapeuta

Psiquiatra

Profissional da medicina que se especializou na psiquiatria, área que trabalha na identificação, diagnóstico e tratamento medicamentoso das patologias mentais. Logo que surgiram, no século 18, os psiquiatras trabalhavam apenas em hospícios. Por isso, muitas pessoas ainda acreditam que o psiquiatra trata pessoas loucas.

O psiquiatra utiliza medicamentos para tratar o adoecimento mental. Seu foco é a identificação de uma desordem mental e a realização do tratamento por meio de ajuste da medicação e acompanhamento do quadro. O principal objetivo dos medicamentos é a redução dos sintomas e a melhora da qualidade de vida do paciente.

A duração do tratamento varia conforme a resposta do paciente e o tipo de patologia, sendo que algumas desordens mentais necessitam de medicação constante. É o caso, por exemplo, da esquizofrenia.

O psicólogo tem formação superior em Psicologia, ciência que estuda os processos mentais (emoções, sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano. Ele pode escolher se especializar em alguma abordagem específica, como Terapia Cognitiva Comportamental ou Psicanálise.

LEIA:  Depressão: entenda tudo sobre este transtorno

Por meio de conversas e técnicas psicoterápicas, este profissional busca identificar as causas que levaram o paciente ao adoecimento mental ou ao comportamento disfuncional.

O psicólogo tem foco no comportamento humano e nos processos mentais, buscando compreender o paciente em sua dimensão biológica, psíquica e social. A partir dessa compreensão, ele sugere formas de promover transformação e proporcionar uma vida mental mais saudável e harmoniosa.

O tratamento geralmente é realizado por meio de encontros semanais, com duração de 50 minutos a 1 hora. A duração do tratamento depende da abordagem e do caso do paciente, variando de meses a anos.

Hipnoterapeuta

Hipnoterapeuta, Psiquiatra e Psicólogo

O hipnoterapeuta não precisa ter uma formação superior para exercer a função, embora psicólogos e psiquiatras também possam trabalhar como hipnoterapeutas.

Sua ferramenta de trabalho é a Hipnose, que ajuda o profissional a acessar o subconsciente e e trabalhar diretamente lá.  Também, como na psicologia, há diversas abordagens e linhas de terapias que utilizam a hipnose.

Ela se mostra como uma ferramenta altamente eficaz e rápida. O tempo de tratamento varia de acordo com as técnicas utilizas, onde algumas conseguem resultados permanentes entre 1 a 3 sessões, e tem a taxa de sucesso maior que 93% de acordo com a pesquisa de Dr. Alfred A. Barrios. Confira aqui.

Atualmente, além de poder atuar como tratamento coadjuvante em doenças psicológicas e psiquiátricas, o hipnoterapeuta também pode proporcionar autoconhecimento e consciência para que o ser humano aprenda a lidar de uma forma mais leve com as adversidades da vida. Uma pessoa que conhece a si própria melhora a autoestima, a autoconfiança, as relações interpessoais e, consequentemente, a satisfação na vida.

Gostou? Agende uma sessão!

Lembre-se de comentar o que achou desse post aqui em baixo!

Se inscreva na nossa lista VIP de e-mails para receber as novidades do blog em primeira mão!

Esse texto representa um material didático que tem como único objetivo levar informação a possíveis formadores de opinião e responsáveis pela saúde mental e física das pessoas. Comportamentos prejudiciais como esse são assuntos de saúde pública e devem ser tratados como tal, com a seriedade necessária para que consigam ser identificados por pessoas capacitadas. Se você está precisando de ajuda ou se conhece alguém que queira ajudar, procure um profissional qualificado em sua região. Em caso de urgência e risco de vida, o Centro de Valorização da Vida (CVV) fornece atendimentos rápidos pelo site www.cvv.org.br e telefone, discando 141. Buscar ajuda é sempre a melhor opção.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

PRÓXIMOS

dezembro 2018

01dez9:00 am02(dez 2)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãoem São Paulo9:00 am - 8:00 pm (2) Professor:Guilherme Alves

07dez(dez 7)9:00 am09(dez 9)6:00 pmMasterClass com Alberto Dell'Isolaem Porto Alegre9:00 am - 6:00 pm (9)

08dez(dez 8)9:00 am09(dez 9)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãono Rio de Janeiro9:00 am - 8:00 pm (9) Professor:Guilherme Alves

15dez(dez 15)9:00 am16(dez 16)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãoem Brasília9:00 am - 8:00 pm (16) Professor:Guilherme Alves

últimos

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

ENTRE PARA NOSSA LISTA

e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Feito com por Let’sRocket

>

Pin It on Pinterest

X