JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Ejaculação Precoce: o que é, quais os sintomas e como se livrar dela

Jato, De
Ejaculação Precoce: o que é, quais os sintomas e como se livrar dela
5 (100%) 1 voto

A sincronia entre o casal é essencial entre quatro paredes. Se você está chegando ao ápice muito antes do que você e sua parceiro gostariam, o sexo pode não estar sendo satisfatório para vocês e isso é importante. Afinal manter uma boa vida sexual conduz a maior qualidade e durabilidade nos relacionamentos. 

Essa sua situação é problema chamado de ejaculação precoce, que pode ser frustrante e até mesmo embaraçoso. Chegando a vir a atrapalhar o seu relacionamento de quem não entende muito bem como ele funciona e como resolver. Mas tudo bem! Essa condição é mais comum do que parece e você não precisa viver com ela. Há coisas que você pode fazer para durar mais tempo na cama. Nesse texto você vai entender como se posicionar caso isso aconteça, o que fazer caso aconteça com frequência e quais as possíveis causas! 

O que é ejaculação precoce?

Ejaculação Precoce

Não há um momento definido em que o homem deve ejacular durante o sexo. Mas, provavelmente, se você tem um orgasmo antes da relação sexual ou menos de um minuto depois de começar, ela é precoce. Não significa que você vá passar por isso durante todas as vezes em que for transar. Por isso a frequência com que acontece é muito mais importante do que o acontecimento em si. 

Ejacular rápido é um problema porque quando você ejacula, perde sua ereção e não pode não sentir vontade de continuar transando. Essa perda ereção que faz com que você e seu(sua) parceiro(a) sintam que não dá tempo suficiente de curtir o sexo. Provocando a sensação de que você não consegue satisfazer sexualmente essa outra pessoa.

A ejaculação precoce é um problema comum para os homens. A estatística é que entre 30% e 40% dos homens passam por isso em algum momento da vida. Então, lembre-se: se isso acontece apenas ocasionalmente, não é motivo para se preocupar.

Qual é a causa?

São vários os fatores ou problemas que podem estar associados à Ejaculação Precoce. Podem ser divididos em físicos, psicológicos ou genéticos. Apesar de não existir uma causa específica, a maioria das vezes esse acidente é causado pelo fator psicológico. Mas a química do seu cérebro pode ser parcialmente responsável. É comprovado que homens que têm baixos níveis de serotonina em seus cérebros tendem a levar menos tempo para ejacular. E embora pesquisas já tenham sido realizadas e comprovando que o fator biológico pode sim interferir para o quadro fatores emocionais também podem desempenhar um papel importante.  O principais sentimentos ou “transtornos” psicológicos que interferem diretamente no desempenho sexual são:

Causas Psicológicas

  • Estresse;
  • Depressão;
  • Ansiedade de desempenho;
  • Culpa;
  • Problemas de relacionamento.
LEIA:  Vendas Hipnóticas - Como Aumentar Suas Vendas Com Hipnose

Na verdade, na maioria das vezes são eles que ditam essas questões de tesão e atração sexual. O momento da transa, a pessoa, como é o seu relacionamento com ela, a ansiedade a respeito daquela situação… Tudo isso pode interferir! A forma com que você se enxerga e sua autoestima também podem estar ligadas à problemas de ejaculação precoce. Não existe uma causa geral que possa permitir a qualquer homem saber a origem de seu problema. Os médicos procuram diagnosticar a situação através de conversas com o paciente, analisando primeiro os fatores psicológicos que possam eventualmente causar a ejaculação precoce. Aí então partindo para os fatores biológicos e orgânicos que sejam causadores. Eles são:

Causas Biológicas

  • Níveis hormonais acima do normal;
  • Níveis de neurotransmissores acima do normal;
  • Atividade anormal do sistema de ejaculação;
  • Distúrbios da tireoide; Inflamação ou infecção na próstata e na uretra;
  • Fatores genéticos;
  • Problemas no sistema nervoso em razão de traumas ou cirurgias.

Os tipos de ejaculação precoce

Normalmente a ejaculação precoce pode ser qualificada em três tipos diferentes. Suas características variam entre tempo de ereção até a ejaculação,  frequência e causas pelas quais o homem pode passar por essa situação. Elas são:

Primária

Quando desde o início da vida sexual o homem convive com impossibilidade de prolongar o coito. Ou não consegue controlar suas ereções e ejaculações. Normalmente esse tipo 1 está relacionado com problemas biológicos.

Secundária

Quando surge na vida do indivíduo que controlava bem e se torna frequente. Esse tipo é o mais comum e pode também estar relacionado à condições biológicas quando em homens mais velhas. Porém o mais comum é que a Ejaculação Precoce do tipo 2 seja desencadeada por alguma dificuldade emocional.

Situacional

No caso de só ocorrer em determinada situação, por exemplo, com uma parceira específica. Já essa é a que todo o homem irá enfrentar em algum momento da sua vida. Ela pode acontecer por qualquer motivo e assim com as outras não é razão para se envergonhar.

Existem também os fatores associados. A ejaculação precoce pode, às vezes, ser um problema para homens com disfunção erétil (quando o pênis não permanece rígido o suficiente para o sexo). Assim como aqueles muito preocupados em não perder sua ereção podem desenvolver um padrão de apressar a ejaculação. Gerando ser um hábito difícil de quebrar.

Tratar a disfunção erétil pode fazer com que a ejaculação precoce também acabe. Há muitas opções, incluindo drogas como citrato de sildenafil (Viagra), tadalafil (Cialis) e a vardenafila (Levitra HCI). Onde todos esses ajudam os homens a manter a ereção.

Quando devo consultar o médico?

Ejaculação Precoce

Marque uma consulta se a ejaculação precoce incomoda você ou seu(sua) parceiro(a). O médico provavelmente irá perguntar se você sempre teve esse problema ou se é algo novo. Assim ele vai pegando pistas a respeito de que tipo de ejaculação precoce você apresenta. Algo que vai acontecer é ele também pode perguntar sobre sua vida sexual. Ele precisa fazer isso e não se preocupe ou se envergonhe. Essa é a hora de conversar sobre os seus relacionamentos com alguém qualificado e sério. Te pedir para fazer um exame físico, também é comum, assim ele começa a tentar identificar traços biológicos que podem estar influenciando a sua condição.

Como é o tratamento?

Noventa e cinco por cento dos homens apresentam melhora com técnicas comportamentais que ajudam a controlar a ejaculação. Você pode experimentar faze-las! São exercícios de controle muito simples, veja:

Parar e recomeçar

Você ou sua(seu) parceira(o) estimula seu pênis até você sentir que vai ter um orgasmo. Pare a excitação por cerca de 30 segundos ou até a sensação passar. Recomece a estimulação e repita mais três ou quatro vezes antes de ejacular.

Apertar

Funciona da mesma forma que o método “parar e começar”. Mas, quando você se sentir que está chegando ao orgasmo, você ou sua(sua) parceira(a) aperta a cabeça de seu pênis até que você perca a ereção. Repita isso algumas vezes antes de ejacular.

Alguns homens descobrem que duram mais tempo se pensarem em outra coisa durante o sexo. Essa pode ser uma tática também. Tentar fugir um pouco da empolgação e excitação do momento funciona principalmente para durar mais e poder curtir por mais tempo essa sensação.

Quais medicamentos podem tratar a ejaculação precoce?

Não existem medicamentos aprovados especificamente para tratar esse problema. Mas, às vezes, os médicos acham que medicamentos usados para tratar outras coisas podem ajudar. Isso é o chamado uso off-label. Entre eles, estão:

Antidepressivos

Um dos efeitos colaterais de alguns inibidores seletivos da recaptação da serotonina (SSRIs) é a demora no orgasmo. Mas esses medicamentos também têm efeitos colaterais como náuseas e sonolência. Eles também podem funcionar como um balde de água fria no seu desejo sexual. Assim, você pode estar trocando um problema por outro. Você e seu médico vão decidir o que é certo para você, sempre testando e tentando chegar a uma melhor opção.

Tramadol

Este é um analgésico que pode retardar a ejaculação. Pode ser prescrito caso antidepressivos não ajudem. Por ser um medicamento é viciante, ele já foi muito utilizado porém não é tão comum hoje em dia. Na verdade o uso de medicamentos tem uma característica muito controversa principalmente quando as questões são psicológicas.

Cremes ou sprays anestésicos

Você os aplica na cabeça de seu pênis para torná-lo menos sensível. Deixe agir por cerca de 30 minutos. Lave-o antes do sexo, para não perder a sua ereção ou causar a perda de sensibilidade na sua(seu) parceira(o).

Hipnose Clínica para Ejaculação Precoce

Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce pode ser causada por problemas fisiológicos ou emocionais. De qualquer forma, a terapia sempre é uma alternativa interessante, pois o assunto geralmente mexe muito com a autoestima masculina. Podendo causar um surgimento de outros quadro psicológicos preocupantes como dissonância de imagem, depressão ou ansiedade crônica.

LEIA:  Depressão: conheça 3 tratamentos com menos efeitos colaterais

Para quem é diagnosticado por motivos fisiológicos como níveis hormonais acima do normal, fatores genéticos, atividade anormal do sistema ejaculatório, entre outros, a hipnose clínica pode ser um tratamento coadjuvante, ou seja, em paralelo a administração de medicamentos.

Isso acontece porque o fator emocional sempre está ligado à condição da pessoa. Vale a pena lembrar que saúde não significa só ter um corpo saudável! Então tudo que envolve o relacionamento, a comunicação, a forma de encarar o mundo e receber feedback de alguém é saúde também.

Já quando o problema está atrelado à ansiedade e dificuldades no relacionamento, por exemplo, a hipnose clínica pode ser fundamental.

O que é Hipnose Clínica?

A hipnose clínica é uma das possibilidades para tratar a ejaculação precoce. Pode ser fundamental quando a origem é emocional um bom coadjuvante em casos fisiológicos. Ela é uma técnica que leva o paciente a um estado modificado de consciência.

Esse quadro caracteriza o aumento da receptividade a novas ideias em benefício do tratamento, é claro. O hipnoterapeuta vai perceber antes da sessão quais são os comportamentos prejudiciais que seu paciente que mudar. E, sempre com muita atenção, tentar chegar a questões fundamentais desse problema.

No caso da ejaculação precoce, o hipnoterapeuta tenta identificar as questões que levam o homem a passar por isso. Pode ter sido um trauma, algum acontecimento recente, alguma reação inesparada… A partir daí ele realiza uma espécie de reprogramação da mente.

São usadas técnicas de transe (indução), que nada mais é que uma concertação muito e muito profunda. Onde, após estar nesse estado de transe, a pessoa é capaz de organizar os pensamentos (sugestão) e sensações responsáveis pelo quadro. Desse modo garantindo que não voltem a se repetir.

LEIA:  Entenda a Diferença Entre Hipnoterapeuta, Psiquiatra e Psicólogo

Porque a hipnose clínica?

É claro que nem todas as pessoas respondem ao tratamento da mesma forma. Assim como não acontece em nenhum outro tipo. Mas a maior parte dos pacientes consegue alcançar bons resultados já nas primeiras sessões, sendo necessárias, na maioria dos casos, de 1 a 5 sessão para resolver o problema. Outra característica da hipnose clínica também é 100% segura e nada invasiva, não existe nada disso do médico poder controlar a sua mente ou pensamentos.

A única coisa que pode impedir o sujeito de ser hipnotizado é ele mesmo. Então para que a técnica realmente surta efeito é necessário que o paciente esteja disposto a encarar o tratamento, sem receio de falar o que o aflige.

Há algo mais que eu possa fazer?

Hoje, a hipnose clínica é bem aceita no meio médico e está indicada para o tratamento de diversos problemas. Por isso não é preciso ter receio de iniciar o tratamento. Mas é claro que sempre antes de consultar qualquer profissional deve-se realizar uma pesquisa a respeito. É importante para se manter seguro não só com a hipnose mas com qualquer procedimento clínico.

Fortaleça os músculos

Às vezes, músculos do assoalho pélvico fracos contribuem para a ejaculação precoce.  Os exercícios de Kegel podem ajudar a fortalecê-los. Encontre os músculos que deve tensionar interrompendo sua urina no meio do processo. Mantenha-os tensionados por 3 segundos e solte-os por 3 segundos. Faça isso 10 vezes, pelo menos 3 vezes por dia.

Use preservativo

O uso pode te dessensibilizar o suficiente para que você dure mais tempo.

Brinque antes da brincadeira

Alguns homens sentem que masturbação algumas horas antes do sexo os ajuda a permanecer no controle durante a relação sexual.

Procure aconselhamento

Um psicólogo ou psiquiatra pode ajudá-lo a trabalhar em problemas como depressão, ansiedade ou estresse que podem estar contribuindo para a ejaculação precoce.

Se o seu relacionamento está sendo afetado, falar sobre o problema é um primeiro passo importante. Por isso que dentre todas as solução uma terapia ou sessão de hipnose são as mais recomendadas nesse caso. Caso esteja precisando procure um terapeuta! É sempre bom buscar ajuda e não há nada de errado nisso.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

PRÓXIMOS

dezembro 2018

01dez9:00 am02(dez 2)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãoem São Paulo9:00 am - 8:00 pm (2) Professor:Guilherme Alves

07dez(dez 7)9:00 am09(dez 9)6:00 pmMasterClass com Alberto Dell'Isolaem Porto Alegre9:00 am - 6:00 pm (9)

08dez(dez 8)9:00 am09(dez 9)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãono Rio de Janeiro9:00 am - 8:00 pm (9) Professor:Guilherme Alves

15dez(dez 15)9:00 am16(dez 16)8:00 pmHipnose Clínica & Regressãoem Brasília9:00 am - 8:00 pm (16) Professor:Guilherme Alves

últimos

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

ENTRE PARA NOSSA LISTA

e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Feito com por Let’sRocket

>

Pin It on Pinterest

X