Estima-se que os sintomas da depressão atinja entre 10% e 20% da população mundial, o que representa cerca de 350 milhões de pessoas. Diagnosticar a doença não é tarefa das mais fáceis, pois os sintomas podem ficar mascarados por anos em casos mais leves ou serem confundidos com outros problemas de saúde. Além disso, as pessoas que sofrem com essa doença sofrem com o preconceito, e muitas vezes acabam sendo taxados de preguiçosos ou antissociais, o que impacta diretamente no diagnóstico precoce.

Saiba mais sobre a doença e conheça os sintomas da depressão.

O que é a depressão?

fobias mais comuns

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica, ligada a uma desordem de neurotransmissores como serotonina, noradrenalina e dopamina, que provoca distúrbios afetivos que impactam diretamente nas áreas social, profissional e pessoal da vida de uma pessoa.

Quais são as causas da depressão?

A doença pode ser hereditária: estudos demonstraram que filhos de pais depressivos têm 75% mais chances de desenvolver a patologia. Porém, influências ambientais e de vivência também têm se mostrado gatilhos importantes para o aparecimento de crises depressivas.

Quais são os sintomas da depressão?

sintomas da depressao

O sintoma mais conhecido da depressão é uma tristeza profunda e prolongada, que se estende por mais de duas semanas em casos mais leves, mas que pode durar por anos nos casos mais severos. No entanto, outros sinais também podem surgir. Conheça os principais deles.

LEIA MAIS:  Conheça Os Tipos De Fobias Mais Comuns No Mundo e Como Se Livrar Delas

Distúrbios de concentração e memória

As pessoas com crises depressivas apresentam maior dificuldade de manter a concentração, tornando-se dispersas e alheias ao mundo à sua volta. Falhas e lapsos de memória também são frequentes e podem resultar em perdas ou atrasos constantes em compromissos profissionais e sociais, além de causarem confusão mental, que dificulta a realização de tarefas diárias.

Alterações no sono e no apetite

Um sintoma comum em pessoas deprimidas é a insônia, que causa grande desgaste físico e mental. Entretanto, alguns indivíduos podem apresentar um sono excessivo, dormindo muito e acordando sempre cansados, com vontade de passar o dia na cama. Muitas pessoas perdem o apetite e o prazer de comer, enquanto outras sentem mais necessidade de ingerir alimentos em momentos de grande ansiedade. Esses distúrbios de apetite podem resultar em perda ou ganho rápido e não intencional de peso.

Culpa e sensação de inutilidade

Um dos sintomas que perpetuam a tristeza de uma pessoa deprimida é uma constante sensação de culpa, vergonha e o sentimento de inutilidade social e/ou profissional. Essa é uma condição que faz com que o indivíduo deprimido se retraia ainda mais, boicotando seus momentos de lazer e vendo o mundo com cada vez mais desesperança. Nesse cenário podem surgir pensamentos recorrentes de morte e suicídio.

Mudanças bruscas de humor

Uma pessoa deprimida pode alternar momentos de muita tristeza com outros de grande irritabilidade e agressividade. Também pode sofrer com ansiedade excessiva, que paralisa o indivíduo e impede que ele execute suas atividades cotidianas.

Dores e doenças sem motivos aparentes

As dores e doenças psicossomáticas também podem acometer pessoas que passam por crises depressivas. Tensões musculares e dores de cabeça, coluna e no aparelho digestivo são comuns, sem que se encontrem nos exames médicos suas.

LEIA MAIS:  Transtornos de Ansiedade → Saiba as causas, sintomas e tratamentos!

Introspecção e perda de apetite sexual

As pessoas deprimidas tendem a se retrair, evitando contato social. Elas deixam aos poucos de frequentar encontros de amigos e familiares, abrindo mão de atividades que antes consideravam prazerosas, o que causa o isolamento social que pode agravar o quadro depressivo. A introspecção também pode levar a uma perda da libido e problemas de relacionamento com o cônjuge.

Como analisar os sintomas da depressão?

sintomas da depressao

É importante lembrar que nem todos os pacientes vão apresentar todos esses sintomas, mas a presença de cinco ou mais deles, incluindo obrigatoriamente a tristeza profunda e a perda de interesse por atividades cotidianas, em um período de ao menos duas semanas seguidas, com prejuízos na vida pessoal e profissional, são sinais de depressão.

Ainda ficou com dúvidas sobre os sintomas da depressão? Deixe seu comentário!

Afinal, quais são os sintomas da depressão?
5 (100%) 6 votes